Cem migrantes desaparecidos em frente à costa da Líbia

Trípoli, 27 Out 2016 (AFP) - Cem migrantes que tentavam chegar à Europa seguem desaparecidos desde quarta-feira diante da costa da Líbia, informou nesta quinta a guarda-costeira líbia, acrescentando que 29 das 126 pessoas a bordo do bote puderam ser resgatadas.

"Segundo uma informação recebida na tarde de quarta-feira, 29 migrantes clandestinos, de nacionalidade africana, foram resgatados", informou à AFP o general Ayub Qasem, porta-voz da marinha de Trípoli.

"Estavam a bordo de um bote inflável destruído e cheio d'água", acrescentou.

Segundo o general Qasem, um dos sobreviventes disse que "o bote inflável saiu de Garaboulli (70 km a leste de Trípoli) com 126 clandestinos a bordo" e que, atingido pelas ondas, rasgou e a água se infiltrou, provocando o desaparecimento de 97 migrantes (...), incluindo três mulheres e uma criança".

A Líbia e sua costa de 1.770 km, onde não há controle de fronteiras, se converteram em uma plataforma para a migração clandestina.

Com botes infláveis e barcos de madeira, os migrantes tentam alcançar a ilha italiana de Lampedusa, situada a 300 km da costa líbia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos