Preso suposto cúmplice de brasileiro que matou família na Espanha

No Rio de Janeiro

  • Reprodução

    Marcos Campos Nogueira e sua mulher Janaína Santos Américo foram encontrados mortos na Espanha, onde viviam

    Marcos Campos Nogueira e sua mulher Janaína Santos Américo foram encontrados mortos na Espanha, onde viviam

A polícia brasileira prendeu nesta sexta-feira (28) um suposto cúmplice do brasileiro de 19 anos acusado pelo assassinato e pelo esquartejamento de membros de sua família na Espanha, que teria lhe dado "conselhos em tempo real pelo WhatsApp".

Marvin Henriques Correia, 18, -- amigo de François Patrick Nogueira Gouveia, que confessou ter matado seu tio, tia e os dois filhos do casal em agosto -- foi preso em João Pessoa e colocado em prisão preventiva.

Os quatro corpos embrulhados em sacos plásticos foram encontrados pela polícia espanhola em 18 de setembro na casa da família em Pioz, cerca de 60 km a leste de Madri.

"Durante a execução do crime, Patrick trocou mensagens no WhatsApp em tempo real com o suspeito preso na Paraíba. Patrick perguntava como agir, como esconder os corpos, o que fazer", disse o delegado Reinaldo Nobrega.

Segundo a polícia, imagens dos corpos cortados em pedaços foram encontradas no celular do suposto cúmplice.

"Ele só acreditou que Patrick havia realmente matado a família quando viu as fotos. Mas mesmo sabendo que o crime tinha sido cometido, ele continuou a ajudar Patrick, o que faz dele um cúmplice", disse Nobrega.

A Polícia Civil brasileira explicou que Marvin Henriques Correia não pode ser extraditado para a Espanha e responderá à justiça no Brasil. Sua audiência está marcada para a próxima segunda-feira.

Após retornar voluntariamente para a Espanha em 19 de outubro para ser interrogado pelos investigadores da Guarda Civil espanhola, François Patrick Gouveia Nogueira disse ter se rendido a um "desejo incontrolável de matar".

O jovem, descrito como uma pessoa solitária, egocêntrica e narcisista, propenso a beber, foi indiciado pelo assassinato do casal e morte de duas crianças, com idades entre três e um ano.

A família Nogueira foi morta em 17 de agosto e a cena do crime foi descoberta um mês depois por um vizinho intrigado pelo mau cheiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos