Três sírias mortas encontradas em freezer na Dinamarca

Copenhaga, 31 Out 2016 (AFP) - A polícia dinamarquesa descobriu no domingo, dentro de um freezer, os corpos de uma refugiada síria e suas duas filhas, e já lançou uma verdadeira caçada humana para encontrar o autor do crime.

Os corpos da mulher de 27 anos e de suas filhas de sete e nove estavam no apartamento em que moravam, na cidade de Aabenraa, sul do país, e o alerta foi dado por um parente que estava preocupado com a falta de notícias.

"O marido da vítima e pai das meninas não estava em casa e, como suspeito, está sendo procurado ativamente", afirmou a polícia em um comunicado.

A família chegou à Dinamarca em 2015 e seus membros obtiveram o estatuto de refugiados.

A Dinamarca, o último ponto de passagem migratória para a Suécia, é um destino privilegiado para quem pede asilo no norte da Europa.

Em 2015, recebeu 21.000 migrantes. O fluxo desacelerou consideravelmente desde que Copenhague restabeleceu o controle de suas fronteiras, no início de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos