Policial é denunciado por morte de afro-americano nos EUA

Chicago, 16 Nov 2016 (AFP) - O policial de Minnesota que matou Philando Castile, um negro de 32 anos, em um caso que foi registrado em vídeo e que comoveu os Estados Unidos, foi denunciado nesta quarta-feira por homicídio.

O oficial Jeronimo Yanez também enfrenta é acusado de uso de arma perigosa e de colocar em risco a namorada de Castile, Diamond Reynolds, e sua filha de quatro anos, que estavam em um automóvel quando ele disparou.

Os disparos, efetuados em 6 de julho, foram parcialmente capturados em vídeo por Reynolds e transmitido ao vivo no Facebook, desatando protestos ao redor dos Estados Unidos.

No vídeo pode-se ver Castile sangrando no banco do motorista até morrer.

"Com base em nossa exaustiva revisão dos fatos deste caso, minha conclusão é que o uso letal da força do agente Yanez não estava justificada e existem evidências suficientes para provar isto", disse o procurador do condado de Ramsey, John Choi.

Segundo o relato de Reynolds, ela e Castile foram parados em uma blitz, Castile disse ao oficial que tinha licença para carregar uma pistola e estava procurando sua carteira quando atiraram nele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos