As três grandes etapas da queda da União Soviética

Moscou, 23 dez 2016 (AFP) - Principais etapas do processo de dissolução da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), que culminou oficialmente com a renúncia de seu último presidente, Mikhail Gorbachev.

- 1985-1989: Gorbachev e a perestroika -Em março de 1985, Mikhail Gorbachev se torna o número um da União Soviética. Membro do aparato do Partido Comunista, Mikhail Gorbachev, de 56 anos, é um líder jovem em comparação com os últimos três dirigentes que o precederam.

Assim que chega ao poder, Gorbachev inicia um amplo programa de reformas, a perestroika, destinado a enfrentar a queda do preço do petróleo, a penúria crônica de bens de consumo e o aumento da dívida estatal.

Em 1989, Gorbachev decide retirar o Exército Vermelho do Afeganistão, país que havia sido invadido em 1979.

- 1989: A queda do Muro de BerlimEm maio de 1989, a Hungria abre sua fronteira com a Áustria, criando uma primeira brecha na Cortina de Ferro que separa a Europa capitalista da Europa comunista desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

Em junho, na Polônia são realizadas eleições semi-livres nas quais o sindicato Solidarnosc termina com a hegemonia do Partido Comunista. Gorbachev não intervém.

No último trimestre de 1989, os regimes comunistas da Europa Oriental caem um após o outro, sem que a URSS intervenha, como havia feito na Hungria em 1956 e na Checoslováquia em 1968.

Em 9 de novembro, o Muro de Berlim cai. Posteriormente ocorre a Revolução de Veludo na Checoslováquia e o levante contra Nicolae Ceausescu na Romênia. O bloco socialista deixa de existir.

- 1990-1991: A implosão da URSS -Em 1990, várias repúblicas da URSS exigem maior autonomia. Em junho, a Rússia, a república dominante, presidida por Boris Yeltsin, adversário de Gorbachev, proclama sua soberania.

No dia 11 de março de 1990, a Lituânia proclama sua independência. As tropas soviéticas intervêm e em maio, depois de incidentes violentos que deixam 13 mortos, se retiram.

Gorbachev negocia um novo tratado para salvar a URSS, mas em 19 de agosto um setor do Partido Comunista e das Forças Armadas tentam um golpe de Estado, cujo fracasso precipita o fim do comunismo. Nove repúblicas proclamam sua independência em agosto e setembro.

No dia 8 de dezembro, os dirigentes russos, ucranianos e bielorrussos assinam um tratado de dissolução da URSS.

No dia 25 de dezembro ocorre a renúncia de Mikhail Gorbachev, último presidente da URSS.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos