Atentado suicida em campo de deslocados no Iraque deixa 14 mortos

Em Bagdá (Iraque)

Um atentado a bomba em um acampamento de deslocados no oeste do Iraque deixou 14 mortos neste domingo, informaram uma autoridade policial e um médico.

Um suicida detonou seus explosivos no acampamento, que fica na província iraquiana de Al-Anbar (oeste), e também deixou 13 pessoas feridas, acrescentaram as fontes.

A maioria das vítimas era de mulheres e crianças, disse o médico. A fonte policial detalhou que entre os mortos havia também dois membros das forças de segurança, um deles com grau de capitão.

Nenhum grupo reivindicou até o momento a autoria do atentado, similar aos que o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) realiza regularmente contra civis no Iraque.

Adnan Fayhan, chefe do conselho local de Al-Wafaa, onde o campo está situado, informou que neste domingo (2) havia 110 pessoas no local.

"Todos os deslocados no campo serão trasladados a outro situado ao oeste de Ramadi (...), que é mais seguro e onde poderão receber mais ajuda", disse. Uma vez "que o traslado esteja concluído, este outro campo será fechado", acrescentou.

Na província iraquiana de Al-Anbar, as forças leais a Bagdá já retomaram do Estado Islâmico as cidades de Faluja e Ramadi, mas os jihadistas ainda controlam zonas no oeste desse região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos