PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Jordânia e Iraque reabrem posto de fronteira fechado desde 2014

30/08/2017 10h54

Amã, 30 Ago 2017 (AFP) - A Jordânia e o Iraque anunciaram, nesta quarta-feira, a reabertura de seu único posto de fronteira, fechado desde que o grupo extremista Estado Islâmico (EI) assumiu o controle da área em 2014, após a confirmação de que a estrada que liga suas duas capitais é segura.

Em uma declaração conjunta, os dois governos anunciaram a reabertura do posto fronteiriço, chamado Trebil no Iraque e Al Karameh na Jordânia, "depois de a segurança ser restabelecida na estrada internacional contra ataques de gangues criminosas".

Este eixo importante, que liga a fronteira a Bagdá, atravessa a vasta província oriental de Al-Anbar, onde se encontram os últimos redutos do EI no Iraque. Os extremistas ainda controlam as cidades de Rawa, Anna e Al-Qaim, a mais de 200 km ao norte de Trebil, ao longo da fronteira da Síria.

Esta reabertura "facilitará a circulação de pessoas e bens em ambas as direções", explica a declaração.

Para Adel Al Masudi, responsável pelas relações econômicas internacionais no ministério do Comércio iraquiano, esta medida terá "um impacto positivo nos preços, especialmente dos carros" no Iraque, já que até 2014 a Jordânia era a principal porta de entrada das importações de automóveis do país.

Por Trebil também poderão circular artigos procedentes da Europa, enquanto o Iraque poderá exportar numerosos produtos, especialmente petróleo e vegetais, indicou à AFP.

Este eixo também irá melhorar as condições dos doentes iraquianos. "Muitos deles estão fazendo tratamentos na Jordânia e agora poderão atravessar a fronteira por via terrestre, o que é mais barato", acrescentou.

Este posto fronteiriço está localizado a 370 km de Amã e 570 km de Bagdá.

msh-sf/sbh/es/age/mr

Internacional