PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Diretor de orçamento da Casa Branca diz que paralisação parcial pode prosseguir até janeiro

23/12/2018 14h01

Washington, 23 dez 2018 (AFP) - O diretor de orçamento da Casa Branca, Mick Mulvaney, afirmou neste domingo que é muito provável que a paralisação parcial do governo dos Estados Unidos por falta de financiamento prossiga até janeiro.

"É muito possível que este "shutdown" prossiga além do dia 28 e até o novo Congresso", afirmou Mulvaney ao canal Fox News.

A primeira reunião da nova legislatura está prevista para 3 de janeiro.

A paralisação parcial de algumas agências e departamentos federais, que vigora desde meia-noite de sexta-feira, mantém quase 800.000 funcionários públicos em licença não remunerada ou trabalhando sem receber pagamento, no caso dos serviços considerados essenciais.

As discussões sobre o orçamento federal que buscavam resolver o problema foram adiadas no sábado pelo Congresso até a quinta-feira 27 de dezembro, ante a impossibilidade de alcançar um acordo sobre os recursos para a construção de um muro na fronteira com o México, uma exigência do presidente Donald Trump.

O presidente, que cancelou as férias de Natal na Flórida em consequência do "shutdown", insiste na aprovação de seu pedido de 5 bilhões de dólares para a construção do muro, uma promessa de campanha para reduzir a imigração ilegal que tem a oposição veemente dos democratas.

Sem um acordo entre o Congresso e a Casa Branca, diversas agências federais ficaram sem financiamento.

"Isto é o que Washington parece quando você tem um presidente que se recusa a entrar no jogo para ficar bem", disse Mulvaney.

mdo/bbk/lda/rbv/fp

Internacional