PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump diz que Coreia do Norte pode ser 'grande potência econômica'

24/02/2019 11h45

Washington, 24 Fev 2019 (AFP) - O presidente americano, Donald Trump, considerou neste domingo que a Coreia do Norte pode se tornar uma das "grandes potências econômicas" do mundo se renunciar ao seu arsenal nuclear.

Em uma série de tuites antes de sua viagem para Hanói, onde protagonizará a segunda cúpula com o líder norte-coreano Kim Jong Un, Trump elogiou a China e a Rússia por estabelecer sanções contra Pyongyang.

Ao mesmo tempo, insistiu que tem uma "grande relação com o presidente Kim".

"O presidente Kim sabe, talvez melhor que ninguém, que sem armas nucleares, seu país poderia rapidamente se tornar uma das grandes potências econômicas do mundo. Por causa de sua localização e de seu povo, tem mais potencial para um rápido crescimento do que qualquer outra nação!", escreveu.

Trump indicou ainda que ele e Kim esperam que continue "o progresso alcançado na primeira cúpula em Singapura. Desnuclearização?"

A primeira cúpula realizada em junho do ano passado terminou com uma declaração vaga sobre a desnuclearização da península coreana.

Kim exige que as sanções impostas pela comunidade internacional ao seu país sejam levantadas, enquanto Washington insiste que essas medidas devem ser mantidas até que a Coreia do Norte abandone seu arsenal nuclear.

Em seus tuites, Trump destacou a figura do presidente chinês Xi Jingping, que foi "muito útil" em seu apoio à cúpula.

"A última coisa que a China quer são armas nucleares em grande escala próximas a ela. As sanções estabelecidas na fronteira entre a China e a Rússia foram muito úteis".

Internacional