PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Cerca de 200 agentes secretos dos EUA chegam a Hanói antes de cúpula com Kim

11.jun.2018 - Presidente Donald Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong-un - Saul Loeb/AFP
11.jun.2018 - Presidente Donald Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong-un Imagem: Saul Loeb/AFP

Em Hanói

23/02/2019 04h07

Cerca de 200 agentes do serviço secreto dos Estados Unidos chegam a Hanói hoje antes da segunda cúpula do presidente americano, Donald Trump, e do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, marcada para quarta e quinta-feira da próxima semana.

Uma parte dos agentes chegou em dois aviões militares que partiram de uma base dos EUA no Japão e aterrissaram no Aeroporto Internacional de Noi Bai, na capital do Vietnã, e o resto desembarcará no decorrer do dia, disse o site vietnamita VN Express.

Os aviões americanos também transportaram dois veículos blindados especiais - apelidados de "A Besta" - que foram construídos pela General Motors com portas tão pesadas quanto as de um Boeing 757 para proteger o presidente dos EUA.

O enviado especial americano Stephen Biegun chegou a Hanói anteontem, no dia seguinte ao seu colega norte-coreano, Kim Hyok-chol, e ambos têm a tarefa de preparar a histórica reunião onde será abordada a desnuclearização da península coreana.

A cúpula Kim-Trump gera muita expectativa no Vietnã, onde as barbearias oferecem cortes de cabelo no estilo dos líderes e inclusive dois imitadores encenaram ontem, em Hanói, um peculiar encontro que atraiu vários jornalistas.

Antes da cúpula, o líder norte-coreano deve, na segunda-feira, iniciar uma visita de Estado de dois dias ao Vietnã, onde se reunirá com o presidente e secretário-geral do Partido Comunista vietnamita, Nguyen Phu Trong, no Palácio Presidencial, em Hanói.

Em junho de 2018, Trump e Kim acordaram durante a primeira cúpula, realizada em Singapura, a desnuclearização da Coreia do Norte, mas a falta de um roteiro levou a pouco progresso.

Internacional