Topo

Conservadores no poder na Polônia ganham eleição europeia (pesquisa)

2019-05-26T19:50:00

26/05/2019 19h50

Varsóvia, 26 Mai 2019 (AFP) - O partido conservador PiS, no poder na Polônia, conseguiu a vitória nas eleições europeias frente a uma aliança de partidos da oposição, segundo uma pesquisa boca de urna realizada neste domingo.

"É um empate, mas a vantagem é para o PiS", disse à AFP o cientista político Stanislaw Mocek, que dirige a universidade Collegium Civitas, em Varsóvia.

O partido Direito e Justiça (PiS) obteve o apoio de 42,2% dos eleitores e obteria 24 dos assentos no parlamento europeu, à frente da Coalizão europeia (39,1% e 22 assentos).

O novo partido progressista Primavera ficaria em terceiro lugar (6,6% e 3 cadeiras), seguido da Confederação de extrema-direita Korwin Braun Liroy Nacionalistas (6,1% e 3 assentos).

"Conseguimos muito, mas não é suficiente", insistiu Jaroslaw Kaczynski, o poderoso líder do PiS, após a primeira vitória do seu partido nas eleições europeias.

Durante a campanha, o PiS fez promessas eleitorais dispendiosas e apontou para temas LGTB, da moeda única e da migração como uma ameaça à Polônia.

No poder há quase quatro anos, o governo do PiS teve tensões com a UE com uma série de reformas que Bruxelas considera uma ameaça à independência da justiça e do Estado de direito.

O PiS defende uma agenda de reformas da UE que priorize a soberania dos estados membros em relação à tendência federalista.

O partido nacionalista descartou, no entanto, colaborar com a Associação Nacional de Marine Le Pen, vencedora na França, apesar de se declarar "pronto para conversar" com a Liga Italiana de Matteo Salvini e com o partido espanhol Vox.

Mais Internacional