Topo

Deputado venezuelano denuncia confronto com 12 mortos na fronteira com Colômbia

18/06/2019 18h52

Caracas, 18 Jun 2019 (AFP) - Ao menos doze pessoas morreram nesta terça-feira em um confronto entre grupos armados ilegais em um povoado venezuelano na fronteira com a Colômbia, denunciou um parlamentar opositor em Caracas.

"Há 12 falecidos e me informaram que 15 estão feridos a bala. São confrontos entre grupos ilegais", disse à AFP Franklin Duarte, deputado pelo estado de Táchira.

Segundo Duarte, o confronto ocorreu pela manhã na zona rural do município de Boca de Grita, muito próximo do departamento colombiano de Norte de Santander.

O governo venezuelano não comentou a denúncia.

"Estou esperando a minuta (dos organismos de segurança). Há uma confusão entre as próprias autoridades", comentou o deputado.

Duarte disse ignorar que organizações se enfrentaram nesta terça-feira, mas destacou que na região operam guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional (ELN) e paramilitares colombianos, assim como coletivos", grupos armados ligados ao governo venezuelano.

Segundo o parlamentar, os "coletivos" se financiam por meio de extorsão, principalmente devido à falta de gasolina que costumam contrabandear para a Colômbia.

axm/lr

Mais Internacional