PUBLICIDADE
Topo

EI diz que provocou colisão de helicópteros que matou 13 militares franceses

Colisão de helicópteros deixa 13 soldados franceses mortos no Mali - James WILLIAM / SIRPA / AFP
Colisão de helicópteros deixa 13 soldados franceses mortos no Mali Imagem: James WILLIAM / SIRPA / AFP

28/11/2019 21h32

Bamako, 29 Nov 2019 (AFP) — O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) afirmou nesta quinta-feira que provocou a colisão de dois helicópteros que matou 13 soldados franceses no Mali.

Os dois helicópteros militares franceses colidiram na segunda-feira, durante uma operação noturna contra jihadistas no sul do Mali.

Fontes do ministério da Defesa afirmaram que um helicóptero de ataque Tigre colidiu com um helicóptero de transporte Cougar, quando apoiavam uma operação na região de Berkhane, que mobiliza 4.500 militares na região do Sahel.

Em um comunicado publicado no Telegram, o EI afirma que emboscou um grupo de soldados franceses na região de Ménaka.

Um helicóptero que transportava reforços para ajudar as tropas em terra tentou pousar na zona da emboscada, mas "os soldados do califado dispararam contra o aparelho, obrigando à manobra de retirada, o que levou à colisão com o outro helicóptero, causando a morte dos 13 soldados".

Internacional