PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Pequeno incêndio declarado na área da explosão em Beirute

04/08/2020 - Bombeiros trabalham na cena da explosão em Beirute, no Líbano - Anwar Amro/AFP
04/08/2020 - Bombeiros trabalham na cena da explosão em Beirute, no Líbano Imagem: Anwar Amro/AFP

29/09/2020 13h36

Um pequeno incêndio ocorreu brevemente nesta terça-feira (29) na sede da empresa de energia estatal do Líbano, em Beirute, já devastada por uma explosão em 4 de agosto no porto próximo.

O incêndio não causou danos materiais importantes no edifício, mas gerou alarme nas redes sociais entre os libaneses, que ficaram muito sensibilizados com este assunto após terem sido testemunhas de vários incêndios no mesmo local da explosão ou perto.

"A maldição de terça-feira #Beirut. Outra terça-feira, outro incêndio", tuitou um morador da capital libanesa, referindo-se à explosão de 4 de agosto, que ocasionou a morte de 190 pessoas e feriu pelo menos outras 6.500, e que também aconteceu numa terça-feira.

O incêdio começou em um escritório do segundo andar do prédio de "Electricité du Liban (EDL)" no bairro de Mar Mijail, que foi muito afetado, disse Ali Najem, porta-voz do departamento de bombeiros de Beirute.

O porta-voz disse que alguns papéis no escritório pegaram fogo, mas que não está autorizado a revelar a causa original do incêndio até que se completem as investigações.

Charbel Saleh, um funcionário do EDL, afirmou que o incêndio foi causado por um curto-circuito, acrescentando que foi apagado poucos minutos depois que começou.

Pelo menos outros dois incêndios foram registrados no porto de Beirute após a explosão de 4 de agosto, o que provocou indignação e também alarme generalizados.

Em 15 de setembro - outra terça-feira -, os bombeiros apagaram um incêndio em um prédio projetado pela falecida arquiteta britânico-iraquiana Zaha Hadid, em construção em pleno centro da capital.

Internacional