PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Míssil atinge área residencial da segunda maior cidade do Azerbaijão

Socorrista ajuda morador na busca por parentes após míssil atingir área residencial no Azerbaijão - Bulent Kilic/AFP
Socorrista ajuda morador na busca por parentes após míssil atingir área residencial no Azerbaijão Imagem: Bulent Kilic/AFP

De Ganja, Azerbaijão

17/10/2020 00h42

Um míssil atingiu neste sábado uma área residencial e deixou vítimas na segunda maior cidade do Azerbaijão, Ganja, marcando uma escalada no conflito de Nagorno Karabakh, horas depois de bombardeios contra Stepanakert, capital da região separatista.

Este ataque foi seguido de outro, em outra parte da Ganja, além de um disparo contra a cidade estratégica de Mingecevir, localizada a uma hora de carro.

Stepanakert foi bombardeada várias vezes desde a retomada dos confrontos entre as forças separatistas, apoiadas por Yerevan, e o Exército azerbaijano, em 27 de setembro. Praticamente todos os moradores da cidade fugiram por causa dos bombardeios.

Em Ganja, jornalistas da AFP viram um edifício destruído pelo míssil, que impactou a região por volta das 3h locais. Vizinhos fugiam da área aos prantos, alguns de pijama. "Estávamos dormindo. As crianças estavam vendo TV", contou Rubaba Zhafarova, 65, em frente à sua residência, destruída. "Todas as casas dos arredores foram destruídas. Muita gente está sob escombros. Alguns estão mortos."

Dezenas de socorristas trabalhavam no local em busca de sobreviventes. Segundo moradores, mais de 20 pessoas viviam na área atingida. Um vizinho disse ter visto um menino, duas mulheres e quatro homens serem retirados dos escombros.

Hikmat Hajiyev, conselheiro do presidente azeri, Ilham Aliyev, informou no Twitter que, "segundo as primeiras informações, mais de 20 residências foram destruídas".

Uma autoridade do Azerbaijão afirmou que um segundo míssil atingiu uma área industrial de Ganja ao mesmo tempo, mas não deu detalhes. A cidade, de mais de 300 mil habitantes, foi atingida no último domingo por outro míssil, que deixou 10 mortos.

Jornalistas da AFP em Mingecevir, a uma hora de Ganja, afirmaram terem ouvido uma explosão que fez os imóveis tremerem por volta do mesmo horário. A cidade é protegida por um sistema antimísseis, pois abriga uma represa estratégica. Não se sabia se os mísseis foram destruídos em pleno voo ou se atingiram a cidade.

O Ministério da Defesa azeri limitou-se a informar que Mingecevir foi alvo de um ataque, sem dar detalhes.

Internacional