PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Presidente chinês pede a ex-CEO da Starbucks ajuda nas relações com EUA

Presidente da China, Xi Jinping (foto), pediu ajuda para Howard Shultz -
Presidente da China, Xi Jinping (foto), pediu ajuda para Howard Shultz

14/01/2021 09h28Atualizada em 14/01/2021 10h09

Pequim, 14 Jan 2021 (AFP) - O presidente chinês, Xi Jinping, pediu ao ex-CEO da Starbucks Howard Shultz que ajude a melhorar as relações entre Pequim e Washington - informou um veículo da imprensa estatal nesta quinta-feira (14).

O chefe de Estado respondia por escrito a uma carta do empresário americano, cujos cafés estão onipresentes na China, com mais de 4.700 pontos de venda.

Schultz, de 67 anos, um democrata moderado, cogitou a possibilidade de se candidatar às eleições de 2020 contra Donald Trump, em cujo mandato as relações com a China se deterioraram notavelmente.

"Espero que Starbucks trabalhe na promoção da cooperação econômica e comercial entre China e Estados Unidos e no desenvolvimento das relações bilaterais", disse Xi Jinping a Schultz, de acordo com a agência de notícias Xinhua.

"A China vai oferecer às empresas de todo mundo, incluindo Starbucks e outras empresas americanas, um espaço mais amplo para se desenvolver no país", garantiu o presidente.

Sua promessa surge duas semanas depois do acordo de princípio entre a China e a União Europeia (UE) sobre a proteção recíproca de seus investimentos, um fato que pode despertar preocupação entre os empresários americanos.

Howard Schultz deixou o cargo de presidente da Starbucks em junho de 2018, depois de transformar o grupo em um gigante da indústria, com 28.000 cafés no mundo inteiro. Schultz continua a ser o acionista majoritário do grupo.

Internacional