PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Policial é demitido nos EUA por uso da força na detenção de militar negro

Policial é demitido nos EUA por uso da força na detenção de militar negro - Nick Pfosi/Reuters
Policial é demitido nos EUA por uso da força na detenção de militar negro Imagem: Nick Pfosi/Reuters

12/04/2021 12h31

Um policial foi demitido, depois da difusão de imagens que mostram dois policiais apontando suas armas para um soldado negro para, na sequência, lançar gás de pimenta contra ele - informaram autoridades do estado americano da Virgínia, no domingo (11).

O agente Joe Gutierrez "foi demitido", disseram as autoridades da cidade de Windsor, depois que uma investigação interna determinou que o oficial não respeitou os protocolos quando se preparava para prender o militar.

Os vídeos mostram o tenente Caron Nazario, um homem negro de origem latina, exigindo repetidamente que os policiais explicassem do que ele estava sendo acusado para ser preso.

"Isso é realmente desastroso", disse o tenente, vestido com seu uniforme de camuflagem, antes de receber spray de pimenta no rosto.

Em um certo momento, o soldado disse: "Sinceramente, tenho medo de sair", o e um dos agentes respondeu: "Sim, você realmente devia ter medo".

Depois da ocorrência, o soldado acabou sendo liberado pelos agentes.

Em um comunicado, o governador da Virgínia disse ter pedido à polícia uma "investigação independente" e afirmou que o vídeo é "perturbador".

Nos Estados Unidos, a polícia é, frequentemente, acusada de abusos e racismo.

Em Minneapolis, o policial branco Derek Chauvin está sendo julgado pela morte de George Floyd, em 25 de maio. O cidadão afro-americano foi imobilizado pelo policial com o joelho em seu pescoço por nove minutos.

A morte de Floyd gerou uma onda de protestos que não se via há décadas nos Estados Unidos.

Internacional