PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Biden evita se comprometer sobre acordo comercial com o Reino Unido

Biden se reúne com Amazon, Google e Apple após onda de ataques cibernéticos nos EUA -
Biden se reúne com Amazon, Google e Apple após onda de ataques cibernéticos nos EUA

Da AFP, em Washington (EUA)

21/09/2021 20h42

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, evitou assumir compromissos nesta terça-feira (21) sobre um acordo de livre comércio com o Reino Unido e só informou que as "conversas vão continuar".

"Vamos ter que trabalhar nisso", disse, ao lado do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, na Casa Branca, em resposta a uma pergunta sobre o acordo comercial que os britânicos anseiam concluir.

Ele também advertiu que não queria "em absoluto" "mudar a fronteira irlandesa" após o Brexit e assegurou a questão irlandesa e o acordo comercial são "dois temas diferentes".

Na semana passada, a presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, tinha vinculado o respeito ao acordo de paz na Irlanda do Norte, que prevê uma fronteira aberta com a República da Irlanda, que continua na UE, a toda a negociação comercial com Londres.

O governo Johnson está atualmente em negociações posteriores ao Brexit com o bloco europeu sobre acordos alfandegários específicos para a província britânica da Irlanda do Norte.

O primeiro-ministro britânico comemorou nesta terça na Casa Branca os "grandes progressos" recentes na relação entre Londres e Washington.

Johnson considerou "fantástico" que os Estados Unidos tenham suspenso as restrições à entrada de estrangeiros em seu território.

Também comemorou o recente acordo estratégico entre seu país, os Estados Unidos e a Austrália, que despertou a ira da França, pois frustrou uma venda já pactuada de submarinos a Canberra.

Internacional