PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
1 mês

Prefeito designado por Moscou ao sul da Ucrânia se fere em explosão

Bandeira da Rússia (esq.) e da Ucrânia (dir.) durante protestos em 2014 pela anexação da Crimeia pela Rússia - Getty Images
Bandeira da Rússia (esq.) e da Ucrânia (dir.) durante protestos em 2014 pela anexação da Crimeia pela Rússia Imagem: Getty Images

22/05/2022 20h53

O prefeito instalado por Moscou em Energodar, no sul da Ucrânia, ficou ferido neste domingo (22) em uma explosão, anunciaram um alto funcionário ucraniano e agências de notícias russas.

Andrei Chevchik foi designado prefeito de Energodar depois de as tropas russas tomarem a cidade e a usina nuclear de Zaporizhzhia, situada em seu território.

"Temos a confirmação precisa de que na explosão ficou ferido Chevchik, o autoproclamado chefe da 'administração popular' e seus guarda-costas", anunciou no Telegram Dmytro Orlov, prefeito eleito de Energodar.

Ele acrescentou que foram transferidos ao hospital "com ferimentos de diversa gravidade", mas as circunstâncias da explosão não estão claras.

Informou, ainda, que não houve outros feridos na explosão.

Citando uma fonte dos serviços de emergência, a agência russa RIA Novosti destacou que Chevchik estava na unidade de terapia intensiva.

A explosão foi causada por um "aparato explosivo caseiro", segundo a agência russa TASS, citando uma fonte das forças de ordem.

Energodar, cidade de cerca de 50.000 habitantes, foi construída nos anos 1970 ao redor da usina nuclear situada ao sul do rio Dnipr, em frente à cidade de Zaporizhzhia, sob controle da Ucrânia.

A usina foi cenário de enfrentamentos nos primeiros dias do conflito fazendo temer uma catástrofe nuclear em um país cuja história é marcada pela explosão do reator nuclear de Chernobyl em 1986.