PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Kim Jong Un carrega caixão em funeral de importante militar que foi seu mentor

22.mai.22 - Líder norte-coreano Kim Jong Un carregando o caixão do falecido Hyon Chol Hae, marechal do Exército do Povo Coreano e conselheiro geral do Ministério da Defesa Nacional durante seu funeral em Pyongyang - STR/AFP
22.mai.22 - Líder norte-coreano Kim Jong Un carregando o caixão do falecido Hyon Chol Hae, marechal do Exército do Povo Coreano e conselheiro geral do Ministério da Defesa Nacional durante seu funeral em Pyongyang Imagem: STR/AFP

23/05/2022 09h58Atualizada em 23/05/2022 10h40

O líder norte-coreano Kim Jong Un compareceu no domingo ao funeral do marechal Hyon Chol Hae, que foi seu mentor, e carregou o caixão sem máscara, alguns dias depois de Pyongyang declarar o surto de covid-19 sob controle.

O marechal Hyon é mencionado como uma figura crucial que o preparou para assumir o poder antes da morte de seu pai e antecessor Kim Jong Il em 2011.

A agência de notícias norte-coreana divulgou fotos de Kim, sem máscara, carregando o caixão com um grupo de funcionários usando máscaras.

O líder norte-coreano declarou a negligência dos funcionários públicos na resposta à covid após o aparecimento dos primeiros casos em maio e afirmou que estava assumindo o controle do surto.

No fim de semana, a agência de notícias oficial KCNA afirmou que a epidemia está "sendo controlada de forma estável" e informou que o número de mortos "diminui drasticamente a cada dia".

Especialistas questionam os dados oficiais e o registro de casos, tendo em vista que o país tem um dos piores sistemas de saúde do mundo, não tem medicamentos nem meios para realizar testes em massa.

Internacional