PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Com 'coração partido' após massacre no Texas, Papa critica venda de armas

Papa Francisco disse que "é hora de dizer "basta" ao tráfico sem controle de armas" - REUTERS/Guglielmo Mangiapane
Papa Francisco disse que "é hora de dizer 'basta' ao tráfico sem controle de armas" Imagem: REUTERS/Guglielmo Mangiapane

AFP, Cidade do Vaticano

25/05/2022 06h28

O papa Francisco afirmou nesta quarta-feira que está com o "coração partido" após o massacre em uma escola do ensino fundamental do Texas que deixou 22 mortos, incluindo o agressor, e denunciou o comércio "sem controle" de armas.

"Tenho o coração partido por este massacre cometido em uma escola do ensino fundamental do Texas. Rezo pelas crianças e pelos adultos mortos e por suas famílias. É hora de dizer 'basta' ao tráfico sem controle de armas", disse, após a audiência geral do Vaticano.

Um adolescente de 18 anos matou na terça-feira 19 crianças e dois professores em uma escola de Uvalde, uma pequena localidade do Texas, perto da fronteira com o México.

Na escola, com alunos em sua maioria de origem latina, estudam crianças com idades entre 7 e 10 anos.

O governador do Texas, o republicano Greg Abbott, afirmou que o suspeito, identificado como Salvador Ramos, era um morador local e cidadão americano e também foi morto, provavelmente pelas forças de segurança.

O tiroteio foi o mais violento desde o ataque em Sandy Hook, Connecticut, em 2012, quando morreram 20 crianças e seis adultos.

Internacional