PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
1 mês

Rússia diz que expulsará mídia ocidental se YouTube bloquear coletivas de diplomatas

24.fev.2022 - Porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov - Russian Defence Ministry/Handout via Reuters
24.fev.2022 - Porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov Imagem: Russian Defence Ministry/Handout via Reuters

26/05/2022 10h20

A Rússia expulsará jornais e jornalistas ocidentais se a plataforma YouTube bloquear, como já fez, as coletivas de imprensa semanais de seus porta-vozes diplomáticos, alertou nesta quinta-feira (26) a porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova.

Tanto YouTube como outras redes sociais e páginas da web explicaram que bloquearam veículos e páginas oficiais russas após a ofensiva na Ucrânia, devido às sanções ou simplesmente por espalhar desinformação. Moscou critica essas decisões como "russofóbicas".

Maria Zakharova explicou que disse à plataforma de vídeos dos Estados Unidos que se bloquear suas coletivas de imprensa semanais ao vivo, "um jornalista ou veículo de comunicação americano vai para casa", segundo TASS.

"Mais um bloqueio informativo e daremos um nome concreto, um meio de comunicação concreto", ameaçou Zakharova, antes de acrescentar que isso também poderia envolver veículos de outros países, já que o YouTube é dirigido por "uma senhora com passaporte polonês", em referência a Susan Wojcicki, responsável da plataforma.

"Devido à posição da Polônia [em relação à Rússia], é possível que não limitemos [as represálias] aos americanos", acrescentou.

As coletivas de imprensa de Zakharova não são sempre bloqueadas pelo YouTube, mas algumas deixaram de ser transmitidas.