Topo

Juiz aceita denúncia, e Guido Mantega vira réu em processo no Distrito Federal

Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda, em entrevista ao UOL e à Folha em 14.ago.2014 - Sergio Lima/Folhapress
Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda, em entrevista ao UOL e à Folha em 14.ago.2014 Imagem: Sergio Lima/Folhapress

Vinicius Neder

Rio

23/05/2019 20h00

A Justiça Federal do Distrito Federal aceitou nesta quinta-feira, 23, denúncia contra o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Luciano Coutinho e mais três pessoas no âmbito da Operação Bullish, deflagrada em maio de 2017 pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF).

Também denunciados, o ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci, o empresário Joesley Batista, do frigorífico JBS, e cinco funcionários e ex-funcionários do BNDES não viraram réus no processo.

A Operação Bullish, a cargo da PF e de procuradores da República do Distrito Federal, foi deflagrada em maio de 2017, para investigar as operações do BNDES com o frigorífico JBS.

A denúncia foi apresentada pelo MPF quase dois anos depois, em março passado. A decisão de aceitar parcialmente os pedidos de denúncia, à qual o Estadão/Broadcast teve acesso, é do juiz federal Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal Criminal da Justiça Federal do DF.

A reportagem está tentando contato com os denunciados para comentar a decisão.

Mais Política