PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
4 meses

Paulinho da Força é denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro

 Mathilde Missioneiro/Folhapress
Imagem: Mathilde Missioneiro/Folhapress

Rafael Moraes Moura

Brasília

07/04/2020 07h45

A Procuradoria-Geral da República denunciou o presidente do Solidariedade, deputado Paulinho da Força (SP), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro envolvendo a Odebrecht.

Citado na delação da empreiteira, o parlamentar é acusado de receber propina de R$ 1,8 milhão em espécie para atuar a favor dos interesses da companhia. De acordo com a Procuradoria, o destino do "dinheiro de corrupção" foi o "bolso" do próprio deputado.

Segundo a denúncia, em quatro ocasiões ao longo de 2014, Paulinho cobrou e recebeu "vantagens indevidas" - em troca, teria agido para dissuadir eventuais movimentos grevistas e apoiado a participação privada no setor de saneamento básico, área de interesse da Odebrecht Ambiental.

Paulinho informou que todas as contribuições recebidas da Odebrecht "pelo partido foram regularmente declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Cotidiano