PUBLICIDADE
Topo

Maia quer decidir o que fazer sobre eleições municipais até o fim de junho

Maia afirma que é consenso que as eleições não podem ser adiadas para o ano que vem, para respeitar a duração dos mandatos - Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo
Maia afirma que é consenso que as eleições não podem ser adiadas para o ano que vem, para respeitar a duração dos mandatos Imagem: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

Camila Turtelli e Gustavo Porto

Brasília

08/06/2020 18h51

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em entrevista à CNN que quer decidir com os líderes do Congresso até o final de junho sobre adiar ou não as eleições municipais.

"Que a gente decida até o final de junho e a partir daí possa aprovar uma emenda constitucional", disse ele.

Maia voltou a dizer que há um consenso sobre adiar a data das eleições e não se prorrogar mandatos. "Precisamos respeitar o resultado das urnas que garantiu o mandato de quatro anos aos prefeitos e vereadores. Isso é um consenso pelo menos do que ouço dos líderes da Câmara e ouvi isso hoje do presidente Luis Roberto Barroso (Tribunal Superior Eleitoral)", disse.

Ele afirmou que na próxima semana as lideranças parlamentares deverão se reunir com médicos para terem uma opinião científica sobre a situação.

Política