PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
7 meses

Bolsonaro: Anvisa é que vai definir sobre aplicação de vacinas da covid-19

Presidente disse aguardar causas de suspensão de testes com vacina no Reino Unido - ADRIANO MACHADO
Presidente disse aguardar causas de suspensão de testes com vacina no Reino Unido Imagem: ADRIANO MACHADO

Nicholas Shores, Daniel Galvão e Julia Lindner

São Paulo e Brasília

10/09/2020 20h11

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje, em transmissão ao vivo pelas redes sociais, que, quando uma vacina contra o novo coronavírus eventualmente chegar ao Brasil, é a equipe da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que vai definir se as pessoas serão ou não vacinadas.

"Deu problema com a vacina de Oxford, que nós estávamos tratando. Estamos aguardando para saber as causas (...) para continuar pesquisando, testando, para ver se pode ser aplicada ou não nas pessoas", disse o presidente.

Assim como em lives passadas, Bolsonaro voltou a criticar a lei, aprovada no Congresso Nacional, que fixa prazo de 72 horas para a Anvisa dar autorização excepcional e temporária à importação e distribuição de insumos médicos para o combate à covid-19 que já tenham sido validados por determinadas autoridades sanitárias estrangeiras. O veto do presidente a esse prazo acabou derrubado pelo Legislativo.

Na transmissão, Bolsonaro anunciou que viaja amanhã para a Bahia. Ele disse que passará, junto com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, pelos municípios de Barreiras e São Desidério para acompanhar o trabalho nas obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

Coronavírus