Evangelizar os mais pobres não é fazer política, diz Papa

CIDADE DO VATICANO, 24 JAN (ANSA) - O papa Francisco disse neste domingo, dia 24, durante a missa do Angelus, que a "missão" do cristão é "evangelizar os mais pobres", mas que isso não significa "fazer assistência social, muito menos atividade política".   

"Cuidado! Não se trata de fazer assistência social, muito menos atividade política. Trata-se de oferecer a força do Evangelho de Deus, que transforma os corações, cura as feridas, transforma as relações humanas e sociais de acordo com a lógica do amor", declarou Jorge Mario Bergoglio.   

Ainda segundo o Pontífice, assim como a missão de Jesus foi evangelizar os pobres, também é de "todo aquele que foi batizado na Igreja". "Ser cristão e ser missionário é a mesma coisa", concluiu. "Anunciar o Evangelho com a palavra e, primeiramente, com a vida, é a finalidade principal da comunidade cristã e de todo seu participante", apontou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos