Mudança na Tim Brasil é possível, diz presidente da Telecom

ROMA, 29 ABR (ANSA) - Uma mudança na administração da Tim Brasil "é possível", disse o presidente da Telecom Italia, Giuseppe Recchi, explicando que a operação faz parte da estratégia de "maximizar as competências e atingir os critérios de eficiência que foram pedidos".   

Trata-se de um "aspecto normal desta fase de mudança", acrescentou Recchi, definindo a ação como um sinal da mudança de ritmo em meio à "descontinuidade da gestão e da escolha do novo CEO Flavio Cattaneo".   

Recchi ainda lembrou, em coletiva de imprensa, que Cattaneo tem experiência no mercado brasileiro.   

Recentemente, o CEO da Vivendi, Arnaud de Puyfontaine, disse que terá em breve novidades sobre o Brasil, após a substituição de Marco Patuano por Cattaneo na liderança da Telecom. "Espero ter nas próximas semanas um plano sobre o que vamos fazer lá" no Brasil, disse na ocasião. Segundo o site de análises financeiras "CTFN", citando fontes legais brasileiras, o grupo francês Vivendi, principal acionista da Telecom Italia, está avaliando a venda da Tim Brasil. A agência "Bloomberg", por sua vez, afirma que o presidente da Vivendi, Vincent Bolloré, é a favor da venda de sua unidade no Brasil para focar mais no mercado italiano. A Vivendi se tornou a principal acionista da companhia italiana após ter cedido à operadora brasileira GVT para a Telefónica, em uma negociação avaliada em 7,5 bilhões de euros. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos