Renzi diz que polícia italiana é a melhor do mundo

ROMA, 23 DEZ (ANSA) - O ex-primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, publicou nesta sexta-feira (23) uma mensagem de agradecimento em sua página no Facebook para a polícia italiana após a morte do tunisiano Anis Amri, suspeito de ser o terrorista que realizou o atentado a um mercado de Natal em Berlim.   

"Nossos homens e nossas mulheres uniformizados têm uma qualidade e profissionalismo extraordinário. Eles estão entre os melhores do mundo, mesmo que nem sempre sejam reconhecidos", escreveu ele.   

Anis Amri foi morto após se recusar a mostrar seus documentos durante um controle realizado na Piazza Primo Maggio, na cidade Sesto S. Giovanni, na região da Lombardia. Ele tirou uma arma de sua mochila e começou a atirar.   

"Quando hoje chegou a informação da operação de San Giovanni, que levou à detenção e depois à morte do assassino de Berlim para mim foi apenas uma confirmação: os nossos homens estão entre os melhores do mundo", ressaltou Renzi.   

"E, além disso, há o fato de que nestes anos difíceis a Expo Milão e o Jubileu da Misericórdia prosseguiram sem incidentes, o que é uma confirmação clara.", escreveu.   

"A morte de um homem nunca é uma ocasião para celebrar, mas ele bloqueou o atirador, que estava armado, foi fundamental.   

Obrigado ao ministro Minniti, o chefe de polícia Gabrielli e a todos aqueles que colaboraram. Mas, sobretudo, obrigado a agentes que interviram esta noite arriscando a vida, e em geral a todas as autoridades. Estamos orgulhosos de vocês. Viva à Itália!", acrescentou o líder do Partido Democrático. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos