Hitler fugiu para América? Arquivo da CIA indica que sim

NOVA YORK, 31 OUT (ANSA) - Entre os documentos secretos sobre o assassinato do ex-presidente John F. Kennedy liberados pelo governo dos Estados Unidos, um deles indica que havia uma suspeita sobre uma possível fuga do líder nazista Adolf Hitler para a América do Sul após a Segunda Guerra Mundial.   

De acordo com o arquivo, assinado pelo então chefe interino da CIA na Venezuela, David N. Brixnor, um agente secreto da agência de inteligência se encontrou com o ex-soldado da Schutzstaffel (SS) Philip Citroen, que o informou que Hitler ainda estava vivo.   

O documento contém uma fotografia dos anos 1950 de dois homens.   

Um deles é o próprio Citroen, e o outro é um indivíduo com traços físicos similares aos de Hitler. Na parte de trás da fotografia, estava escrito. "Adolf Schrittelmayor, Tunga, Colômbia, 1954".   

A teoria mais aceita sobre o que aconteceu com Hitler após o conflito é que ele teria se suicidado em seu bunker em abril de 1945, ao lado de sua companheira, Eva Braun. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos