Parlamento da República Tcheca retira imunidade de premier

PRAGA, 19 JAN (ANSA) - O Parlamento da República Tcheca decidiu nesta sexta-feira (19) retirar a imunidade parlamentar do primeiro-ministro, o populista Andrej Babis, para que responda à Justiça por acusações de fraude com fundos comunitários.   

De acordo com a imprensa local, o próprio Babis pediu para que sua imunidade fosse revogada, o que realmente aconteceu por 111 votos a favor e 69 contra. Além disso, o Parlamento também retirou a imunidade de seu vice, Jaroslav Faltynek, acusado no mesmo caso.   

A polícia tcheca alega que Babis supostamente ocultou, há mais de 10 anos, a propriedade de uma das suas empresas para receber cerca de dois milhões de euros da União Europeia (UE), que na realidade era destinado somente a pequenas e médias empresas.   

Por sua vez, Babis nega ter cometido qualquer ilegalidade e diz que a acusação é "política". As suspeitas se agravaram depois que o governo recebeu um relatório do Escritório Antifraude da EU, que considera a ação irregular.   

O escândalo de corrupção ocorre em meio aos esforços do premier de formar um Governo de coalizão, após não obter o voto de confiança do Parlamento. Além disso, gira em torno de incertezas e se agrava pelas eleições presidenciais, na qual o atual presidente, Milos Zeman, apoiador de Babis, poderia perder no segundo turno, que acontecerá entre 26 e 27 de janeiro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos