Papa vincula eutanásia com valor da vida por 'produtividade'

CIDADE DO VATICANO, 26 JAN (ANSA) - O papa Francisco vinculou nesta sexta-feira (26) o aumento dos pedidos de eutanásia "em muitos países" com um conceito de vida que avalia sua "eficácia" e "produtividade", e não sua "dignidade".   

Durante audiência no Vaticano com os participantes da Congregação para a Doutrina da Fé, o Pontífice afirmou que "há um crescimento na demanda por eutanásia como uma afirmação ideológica da vontade do homem de poder sobre a vida".   

Francisco ainda considerou que esse processo de secularização em relação com a eutanásia levou "também a considerar a interrupção voluntária da existência humana como uma escolha civilizada".   

"É claro que quando a vida é válida não pela sua dignidade, mas pela sua eficiência e produtividade, tudo se torna possível.   

Neste cenário, deve-se reiterar que a vida humana, desde a concepção até o seu fim natural, tem uma dignidade que o torna intangível", explicou o líder da Igreja Católica.   

Esta não é a primeira vez que Jorge Mario Bergoglio se pronuncia sobre a eutanásia. Em novembro do ano passado, ele afirmou que a medida "é sempre ilícita". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos