PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Líderes de Etiópia e Eritreia realizam encontro histórico

08/07/2018 14h20

ADIS ABEBA, 08 JUL (ANSA) - O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, e o presidente da Eritreia, Isaias Afewerki, realizaram neste domingo (8) o primeiro encontro entre líderes dos dois países em quase 20 anos.   

A reunião, em uma atmosfera amigável, ocorreu em Asmara, capital da Eritreia, onde Afewerki acolheu Ahmed com um abraço. A multidão dançou e cantou em honra dos dois líderes e exibiu bandeiras das duas nações pelas ruas da cidade.   

A visita acontece um mês depois de o primeiro-ministro etíope ter aceitado integralmente os termos de um acordo de paz assinado em 2000, na Argélia, mas que nunca entrou em vigor.   

Independente da Etiópia desde 1993, a Eritreia entrou em guerra com o país vizinho em 1998, pela posse da região de Badme, que ajudaria Asmara a conquistar sua independência econômica, mas representava para Adis Abeba um acesso ao Mar Vermelho.   

Em dezembro de 2000, após a morte de 70 mil a 100 mil pessoas no conflito, Afewerki e o então primeiro-ministro etíope, Meles Zenawi, firmaram um acordo de paz em Argel. A Etiópia, no entanto, mantém desde então uma presença militar em Badme, que foi recomendada como parte da Eritreia por uma comissão internacional da ONU, em 2002.   

Tido como reformista, Ahmed está no poder desde o início de abril e vem mostrando vontade de estabilizar seu país, afetado por graves dificuldades econômicas, por uma pesada dívida externa e pela escassez de investimentos estrangeiros.   

Outro sinal disso é a recente revogação do estado de emergência que estava em vigor desde fevereiro, por causa dos protestos que derrubaram o ex-premier Hailemariam Desalegn. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional