PUBLICIDADE
Topo

Chega a 100 o número de médicos mortos de coronavírus na Itália

Profissionais da saúde que estão atuando ou aposentados também são vítimas da covid-19 - Cecilia Fabiano/LaPresse/Dia Esportivo/Estadão Conteúdo
Profissionais da saúde que estão atuando ou aposentados também são vítimas da covid-19 Imagem: Cecilia Fabiano/LaPresse/Dia Esportivo/Estadão Conteúdo

em Roma

09/04/2020 08h31

A Federação Nacional das Ordens dos Médicos da Itália (Fnomceo) informou que o número de médicos mortos por conta da pandemia novo coronavírus chegou a 100 nesta quinta-feira (09).

Foram quatro mortes nas últimas 24 horas, todas de médicos de família. A conta da entidade leva em consideração os profissionais que estão em atividade, aposentados e os aposentados que foram convocados para trabalhar na pandemia ou que prestavam serviços de assistência também por conta da crise.

Na última terça-feira (07), outra entidade, a Federação Nacional da Ordem dos Profissionais da Enfermagem (Fnopi) havia informado que 26 enfermeiros também faleceram da covid-19 desde o início da pandemia.

Já a associação dos maiores sindicatos dos médicos hospitalares da Itália, Annao-Assomed, informou no mesmo dia que 12.681 operadores de saúde — o que inclui médicos, enfermeiros e demais profissionais que atuam na linha de frente nos hospitais — haviam contraído a doença.

Casos oficiais de coronavírus no mundo

Coronavírus