PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Premiê de Israel declara estado de emergência na cidade de Lod

Um carro da polícia israelense queima após uma manifestação árabe israelense após o funeral de Mousa Hassouna na cidade central de Lod, perto de Tel Aviv - AFP
Um carro da polícia israelense queima após uma manifestação árabe israelense após o funeral de Mousa Hassouna na cidade central de Lod, perto de Tel Aviv Imagem: AFP

11/05/2021 19h41Atualizada em 11/05/2021 21h10

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou, na noite de hoje, estado de emergência na cidade de Lod, palco de confrontos violentos entre as forças israelenses e grupos palestinos.

"Anunciamos imediatamente o estado de emergência especial em Lod. Esta noite chegarão às cidades envolvidas guardas de fronteira da Judéia e de Samaria. Ordenei que usasse mão firme com os transgressores da lei e da ordem e concentrasse as forças no terreno para restaurar a paz e a ordem em Lod e em todas as partes do país o mais rapidamente possível", escreveu o premiê israelense no Twitter.

A decisão foi tomada após um encontro entre as autoridades legais e de segurança, segundo o jornal "The Times of Israel".

Mais cedo, o Conselho de Segurança da ONU marcou uma reunião emergencial para amanhã para debater a escalada de violência entre israelenses e palestinos, que já deixou dezenas de mortos e centenas feridos.

Segundo fontes diplomáticas da AFP, o sessão, que será a segunda em três dias, foi solicitada pela Tunísia, Noruega e China

A primeira, realizada ontem, terminou sem uma declaração conjunta, porque os Estados Unidos expressaram relutância em adotar um projeto de declaração proposto pela Noruega "neste momento".

Internacional