PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Talibã reabre escolas, mas só para meninos, neste sábado

O Talibã irá reabrir as escolas mas não permitirá a presença de meninas nas salas de aulas - Hoshang Hashimi/AFP
O Talibã irá reabrir as escolas mas não permitirá a presença de meninas nas salas de aulas Imagem: Hoshang Hashimi/AFP

17/09/2021 15h15

ROMA, 17 SET (ANSA) - O Ministério da Educação do Afeganistão, controlado pelo Talibã, anunciou que reabrirá as escolas do país, a partir deste sábado (18), "apenas para estudantes e professores do sexo masculino".

Em nota publicada no Facebook nesta sexta-feira (17), o grupo fundamentalista islâmico informa a reabertura das escolas primárias, médias e superiores apenas para alunos e professores do sexo masculino de instituições públicas e privadas.

A declaração não inclui estudantes e educadores do sexo feminino, o que supostamente contradiz a recente declaração do Talibã que mulheres poderiam estudar - diferentemente do que ocorreu em seu primeiro governo, entre 1996 e 2001 - , mas que deveriam usar um véu islâmico (o niqab).

"Este anúncio é contrário ao que o Talibã tinha dito até agora e contradiz o primeiro verso do nosso Profeta, que se dirige tanto a rapazes como garotas", comentou no Twitter a ex-vice-presidente do Parlamento afegão, Fawzia Koofi, uma conhecida ativista pelos direitos das mulheres.

Em seu primeiro governo, o Talibã suprimiu inúmeros direitos humanos da população, mas afetou diretamente as mulheres, proibindo-as de estudar, trabalhar e até sair de casa sem a companhia de um homem.

Desde que tomou o poder, em 15 de agosto, o grupo tem afirmado que não tiraria os direitos delas, mas na prática, as afegãs já sofrem com inúmeras limitações.

Internacional