A 'habilidade inata' dos encantadores de serpentes do Paquistão

Membros da tribo Jogi, na província de Sindh, no Paquistão, acreditam que o encantamento de serpentes seja uma habilidade inata que passa de geração em geração.

A BBC seguiu um encantador de serpentes Jogi no deserto de Sindh. Ao encontrar uma serpente, ele promete cuidar dela, alimentá-la com leite e boa comida – em troca, ela não o morderia, diz ele.

Quando a cobra deixa de aceitar alimentos, é hora de libertá-la e treinar outra.

Sua rotina consiste também em tocar uma flauta diante da serpente por horas, em algum ponto da cidade, para que as pessoas façam doações. Mas o dinheiro mal dá para alimentar sua família. Veja o vídeo.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos