As cheerleaders que são parte da estratégia diplomática da Coreia do Norte

  • Getty Images via BBC

    O grupo de cheerleaders da Coreia do Norte, nesta foto em atuação na China, vai se apresentar nos Jogos de Inverno da Coreia do Sul

    O grupo de cheerleaders da Coreia do Norte, nesta foto em atuação na China, vai se apresentar nos Jogos de Inverno da Coreia do Sul

A Coreia do Norte anunciou nesta terça-feira que vai enviar uma delegação de atletas para os Jogos de Inverno da Coreia do Sul, em fevereiro. E que inclui um time de cheerleaders, ou seja, animadoras de torcidas.

Um grupo de cheerleaders pode não ser a primeira coisa a vir à cabeça quando se pensa na Coreia do Norte, mas a verdade é que elas têm desempenhado um papel muito importante na cena política internacional nos últimos anos.

Confira, a seguir, o que se sabe sobre elas.

Quem são as cheerleaders?

São principalmente mulheres na casa dos 20 anos, de acordo com Kim Gyeong-sung, sul-coreano que comanda a Associação Inter-Coreana de Intercâmbio Esportivo.

Segundo ele, as mulheres são escolhidas "com base na aparência", mas também precisam ter a "ideologia" correta.

Elas são selecionadas a dedo entre universitárias, integrantes do esquadrão de propaganda e estudantes de escolas de música, de acordo com a Rádio Internacional da China.

O governo de Pyongyang também faz checagens do histórico das cheerleaders. Tudo isso para garantir que elas não estejam ligadas a desertores norte-coreanos ou a pessoas vistas como pró-Japão.

Getty Images via BBC
O evento anual Arirang envolve dezenas de milhares de pessoas

Com que frequência elas se apresentam em público?

As cheerleaders são conhecidas no país. Apresentam-se, por exemplo, no Festival Arirang, um evento anual artístico e de ginástica da Coreia do Norte.

Elas também são vistas acompanhando atletas norte-coreanos em competições esportivas no exterior. Uma delas ocorreu em 2007, quando foram levadas à China para a Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Mas Pyongyang enviou as cheerleaders para a Coreia do Sul apenas três vezes desde o início do conflito entre as Coreias.

Um pelotão de 288 delas participou dos Jogos Asiáticos de Busan, em 2002. Na Universíada de Verão de Daegu, evento esportivo organizado por atletas universitários, em 2003, um grupo de 303 mulheres acompanhou atletas norte-coreanos. E 101 foram enviadas para o Campeonato Asiático de Atletismo, realizado em Icheon em 2005.

Elas também iriam para os Jogos Asiáticos de 2014, também em Incheon, para "melhorar as relações" entre os países. Mas a Coreia do Norte voltou atrás depois de não conseguir negociar gastos e outros assuntos com a Coreia do Sul.

Há alguma cheerleaders famosa?

O grupo, de boa aparência e movimentos sincronizados, tem parte de seus fãs na Coreia do Sul. Elas são chamadas de "exército da beleza", frequentemente recebendo mais atenção do que os próprios atletas.

Mas sem dúvida nenhuma, a mais famosa é Ri Sol-ju, esposa do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

Em 2005, ela foi fotografada entre as cheerleaders enviadas para o Campeonato Asiático de Atletismo.

Qual é o significado do envio delas neste momento?

A ida das cheerleaders para a Coreia do Sul, pela primeira vez em mais de dez anos, pode ser vista como uma bandeira branca, já que ocorre em meio às tensões entre os dois países.

A realização de testes balísticos regulares e de um sexto teste nuclear pela Coreia do Norte no ano passado gerou um acirramento das sanções das Nações Unidas e dos Estados Unidos contra o país comandado por Kim Jong-un.

O governo de Pyongyang também fez uma grande quantidade de ameaças contra Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos no ano passado.

Mas a exibição de um grupo de líderes de torcida norte-coreanas nos Jogos de Inverno pode ser positiva para a imagem internacional do país. Elas podem, por exemplo, acabar se apresentando ao lado das cheerleaders americanas em cerimônias oficiais.

Mas não é apenas a Coreia do Norte que pode ganhar com isso. Os organizadores estavam tendo dificuldades para vender ingressos para o evento - devido, talvez, à forte tensão entre as Coreias.

A Coreia do Norte fica a apenas 90 km do principal local de realização dos Jogos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos