Republicanos chegam a Nevada sem propostas para a comunidade latina

Miami, 22 fev (EFE).- O eleitorado latino republicano de Nevada, nos Estados Unidos, medirá nesta terça-feira suas forças nos caucus do estado diante de candidatos que não dirigiram propostas para sua comunidade e, pelo contrário, utilizaram discursos contra os imigrantes.

"Até agora não se viu uma forte campanha dos republicanos para ganhar o apoio da comunidade latina", relatou à Agência Efe Clarissa Martínez, diretora do Conselho Nacional La Raza (NCLR).

Grupos latinos nacionais, que neste ano registram cerca de 12 milhões de pessoas no país, preveem que o voto da população latina levará em conta o discurso dos candidatos contra sua comunidade.

"Os latinos já estão percebendo que os candidatos usam o tema migratório para criar medo, divisões e antagonismo não somente contra a comunidade imigrante, mas contra a comunidade latina", analisou Martínez.

Os republicanos disputam essencialmente o voto branco e, para isso, a maioria utilizou discursos contra os imigrantes.

O magnata Donald Trump lidera essa proposta desde junho, quando, ao lançar sua campanha, se referiu aos imigrantes ilegais de origem mexicana como "criminosos" e "estupradores", além de sugerir a deportação de "todos" os imigrantes ilegais e construir um muro na fronteira com o México.

No último debate republicano, em 13 de fevereiro, todos os pré-candidatos, exceto John Kasich, apresentaram discursos duros contra a imigração, principalmente Marco Rubio e Ted Cruz, os dois únicos candidatos de origem hispânica.

Os latinos representam 28% da população em Nevada, com mais de 790 mil pessoas, e 200 mil deles se registraram para votar até dezembro do ano passado. Ou seja, 13% de 1,5 milhão do total de eleitores inscritos.

Nevada é o primeiro estado com alta população latina elegível para votar (17,3%) a realizar suas primárias e assembleias populares, com a maioria desses eleitores (55%) inscritos como democratas e 17% republicanos.

Trump chega como líder das pesquisas aos caucus (assembleias populares) de Nevada, que no lado democrata deram no sábado a vitória a Hillary Clinton, com uma vantagem de 5 pontos sobre Bernie Sanders.

De acordo com uma pesquisa da Florida International University, realizada antes da divulgação dos resultados das primárias da Carolina do Sul, celebradas no sábado passado, 37,2% dos hispânicos republicanos de Nevada tinham a intenção de votar em Trump nesta terça-feira.

Rubio aparece em segundo lugar, com 16,4% das intenções de vto, seguido por Cruz (13,5%) e Jeb Bush (11,4%), embora o ex-governador da Flórida tenha desistido da campanha presidencial devido aos fracos resultados.

Trump chega a Nevada após vencer na Carolina do Sul com 10 pontos de vantagem sobre Cruz e Rubio (22%). Jeb Bush foi quarto no estado sulista (7,9%), Kasich obteve 7,6% e Ben Carson 7,2%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos