Estudo mostra que 3 em cada 4 imigrantes chegaram aos EUA por vias legais

Em Washington

  • Hayne Palmour/Xinhua

Dos 61 milhões de imigrantes que vivem nos Estados Unidos, 75% entraram no país pelas vias legais, indicou nesta segunda-feira (7) um novo estudo do Center for Immigration Studies, com sede em Washington.

Segundo o relatório, que não especifica o total de imigrantes hispânicos, em dezembro de 2015 havia nos Estados Unidos mais de 61 milhões de imigrantes e seus filhos menores de idade nascidos no país, e dentro desse universo mais de 45,3 milhões tinham chegado legalmente, o que significa que somente um em cada quatro era imigrante ilegal.

Deste modo, um em cada cinco residentes atuais dos Estados Unidos é imigrante ou filho com menos de 18 anos de um pai imigrante, dados que contrastam fortemente com os de 1970, quando havia um imigrante para cada 15 residentes nos EUA.

"Estes números rompem totalmente com a história recente dos Estados Unidos, já que em 1970 havia só 13,5 milhões de imigrantes e seus filhos no país", afirmou o autor do estudo, Steven A. Camarota, em comunicado.

Outro dado revelador do documento é que a população imigrante cresceu seis vezes mais que a população total do país nestes últimos 45 anos, em que o número de recém-chegados aumentou 353% e a população geral 59%.

Especialmente surpreendentes são os casos de alguns Estados-chave para a comunidade latina, em que a população de imigrantes cresceu muito mais rápido do que a população geral do Estado.

Por exemplo, na Geórgia eram 55 mil imigrantes em 1970 e 1,75 milhão em 2015 (3.058%), 25 vezes mais rápido do que a população geral do estado; e em Nevada o total de imigrantes saltou de 26 mil pessoas em 1970 para 821 mil em 2015 (3.002%), seis vezes mais rápido do que o total de residentes.

A imigração é um dos principais temas da campanha às eleições primárias presidenciais americanas; esse assunto é especialmente discutido na campanha dos pré-candidatos republicanos, incluindo o líder da disputa, o magnata Donald Trump, que utiliza um discurso beligerante contra os imigrantes ilegais que chegam através da fronteira com o México.

O estudo foi baseado em dados do Censo dos Estados Unidos de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos