China condena ataque em Cabul e oferece todo seu apoio contra o terrorismo

Pequim, 25 jul (EFE).- O governo da China condenou o ataque suicida ocorrido em Cabul que provocou a morte de pelo menos 80 pessoas e mais de 231 feridos e ofereceu todo seu apoio contra o terrorismo.

"A China manterá seu firme apoio ao governo do Afeganistão e sua população na luta contra o terrorismo", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Lu Kang, em comunicado divulgado na noite do domingo.

Lu transmitiu suas condolências às famílias das vítimas e aos feridos e ressaltou que a China vai continuar apoiando o Afeganistão em seus esforços por garantir a estabilidade nacional e a segurança da cidadania.

O ataque aconteceu por volta das 14h30 hora local durante uma manifestação de milhares de afegãos, a maioria da etnia hazara, que protestava contra um projeto do governo e acontecia pacificamente entre fortes medidas de segurança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos