Erdogan ameaça UE com abertura das fronteiras aos refugiados

Istambul, 25 nov (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ameaçou nesta sexta-feira em Istambul abrir as fronteiras de seu país para deixar passar os refugiados que desejam chegar à Europa.

"Se você for mais longe, abriremos a fronteira", afirmou o presidente turco em discurso, em referência ao voto da quinta-feira no Parlamento Europeu no qual se exige congelar as negociações de adesão com a Turquia.

"Nós alimentamos 3,5 milhões de refugiados neste país, os senhores não cumpriram suas promessas", afirmou o líder turco em seu discurso, transmitido pela emissora "CNNTÜRK".

Em seu discurso por ocasião do dia Internacional da Luta contra a violência contra as mulheres, ressaltou que a UE "precisa da Turquia" como reforço e que em seu país vivem mais de 3 milhões de refugiados "sem apoio das autoridades europeias".

Turquia e União Europeia (UE) pactuaram em março deste ano um acordo, segundo o qual a Turquia recebe outra vez aqueles refugiados que viajaram ilegalmente desde seu litoral para as ilhas gregas que ficam perto.

Como contrapartida, a UE apoia economicamente o cuidado dos refugiados na Turquia, acolhe de lá o mesmo número de sírios interceptados na Grécia e promete liberalizar seu regime de vistos para viajantes turcos, sempre e quando se cumprirem uma série de condições.

Até agora, esta liberalização não aconteceu porque a Turquia se nega a reformar suas estritas leis antiterroristas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos