ELN liberta estrangeiro sequestrado na Colômbia

Bogotá, 21 jan (EFE).- O Exército de Libertação Nacional (ELN), a segunda maior guerrilha da Colômbia, libertou neste sábado um estrangeiro que estava sequestrado, informou o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

Segundo o CICV, o estrangeiro, que não teve nacionalidade nem nome revelados, "foi entregue a uma missão humanitária do CICV que foi ao departamento rural de Chocó", na região oeste do país. De acordo com a imprensa colombiana, o refém era um cidadão russo, informação ainda não foi confirmada oficialmente. Antes de soltar o estrangeiro, "o CICV comprovou que esta pessoa estava em condições de saúde apropriadas para mudança".

"O CICV sempre está disposto a auxiliar neste tipo de operação humanitária cujo fim é aliviar o sofrimento das pessoas que são afetadas pelo conflito e pela violência armada", manifestou o chefe da delegação do CICV na Colômbia, Christoph Harnisch.

Na quarta-feira passada, o ELN se comprometeu a libertar em 2 de fevereiro o ex-congressista Odín Sánchez Montes de Oca, que está em cativeiro desde abril do ano passado quando ele se ofereceu em troca do irmão, que estava sequestrado há mais de dois anos e sofria graves problemas de saúde.

A libertação do político é um compromisso assumido pelo ELN para poder iniciar em 7 fevereiro em Quito os diálogos de paz com o governo colombiano, que vinculou o início do processo à libertação de Odín.

Em troca do ex-congressista, o governo colombiano perdoará, no mesmo dia, dois guerrilheiros presos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos