Juppé se postula para corrida presidencial caso Fillon desista

Paris, 3 mar (EFE).- O ex-primeiro-ministro francês e atual prefeito de Bordeaux, Alain Juppé, assegurou a amigos que está disposto a substituir o candidato conservador à presidência francesa, François Fillon, caso este desista da corrida eleitoral.

O antigo rival de Fillon nas primárias da centro-direita afirma que se mantém fiel ao atual representante de seu partido, mas que aceitaria ocupar seu posto se for preciso, informaram nesta sexta-feira os veículos de imprensa franceses.

"O pedido não pode vir somente do povo que me apoiou. Tem que ser mais amplo", disse, segundo declarações recolhidas pelo jornal "Le Parisien".

Juppé, vencido por Fillon na segundo turno do pleito interno da centro-direita, conta entre outros com o apoio do também ex-aspirante Jean-François Copé, que segundo esse meio "atua em segredo" para ajudá-lo a conseguir os 500 apadrinhamentos de cargos públicos necessários para validar uma candidatura.

As deserções na campanha de Fillon e as dúvidas sobre a idoneidade de sua candidatura dispararam nesta semana, depois que este anunciou que os juízes de instrução o citaram a comparecer no dia 15 visando uma eventual acusação.

Fillon, que neste sábado apresenta seu programa político à sociedade civil em Aubervilliers, ao norte de Paris, sustentou nas últimas semanas que não renunciará caso seja acusado de ter atribuído supostos empregos fictícios a sua mulher e dois de seus cinco filhos.

O candidato espera reunir 200 mil pessoas em uma manifestação em defesa de sua candidatura que foi convocada para domingo na praça de Trocadero, diante da Torre Eiffel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos