PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Israel posiciona baterias do sistema defensivo Domo de Ferro no sul do país

05/07/2018 14h55

Jerusalém, 5 jul (EFE).- Israel posicionou várias baterias do sistema antimísseis Domo de Ferro na parte sul do país após realizar uma avaliação de segurança, confirmou à Agência Efe um porta-voz militar.

"O exército está preparado para vários cenários e pronto para defender os cidadãos do Estado de Israel e sua soberania", afirmou o porta-voz, sem oferecer mais detalhes sobre as razões do reforço defensivo.

O anúncio coincide com o do Ministério da Defesa, que revelou que, após vários dias, foi concluído "com sucesso" um teste de desenvolvimento do sistema Domo de Ferro dirigido pela empresa de tecnologia defensiva Rafael em colaboração com outras companhias do setor e com as forças armadas.

"Dentro dos experimentos foram lançados vários tipos de ameaças que simularam as que acontecem no terreno", afirmou o ministério em uma nota que destaca que o sistema seguirá evoluindo para "fazer frente às ameaças emergentes".

A região sul de Israel, fronteiriça com a Faixa de Gaza, experimentou um aumento da tensão de forma intermitente nas últimas semanas.

Na quinta-feira, milícias palestinas dispararam 12 foguetes e bombas contra o território israelense, que não deixaram feridos. Além disso, continuam de maneira regular os lançamentos de pipas e balões incendiários da Faixa para o outro lado da fronteira.

Esses artefatos incendiários provocaram graves incêndios em Israel, arrasaram mais de 25 mil hectares de florestas e plantações, e as autoridades israelenses consideram esses atos como terrorismo.

Os incêndios se enquadram na Grande Marcha do Retorno, com protestos que acontecem todas as sextas-feiras na fronteira do território palestino desde 30 de março. Desde então, 136 palestinos morreram por fogo israelense nas mobilizações e em incidentes violentos na linha divisória.

Internacional