PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Rei saudita anuncia novo gabinete e substitui ministro de Relações Exteriores

27/12/2018 14h44

Riad, 27 dez (EFE).- O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz, anunciou nesta quinta-feira uma reestruturação de seu gabinete, na qual se destaca a nomeação de um novo ministro das Relações Exteriores, menos de três meses depois da crise gerada pelo assassinato do jornalista Jamal Khashoggi no consulado do reino em Istambul.

O novo chefe da diplomacia saudita é Ibrahim al Assaf, que foi titular de Finanças até 2016 e substitui Adel al Jubeir, que passa a ser ministro de Estado de Relações Exteriores (vice-ministro), informaram nesta quinta-feira veículos de imprensa oficiais.

Assaf esteve entre os muitos detidos na grande operação contra a corrupção que as autoridades sauditas fizeram em novembro de 2017, que envolveu príncipes, políticos e grandes empresários.

Os acusados ficaram detidos durante semanas em um hotel de Riad até que chegaram a acordos financeiros, ou outro tipo de acerto, com o governo, e a maior parte deles foi libertada em janeiro.

Depois desse caso, Assaf foi nomeado ministro de Estado, isto é, membro do Conselho de Ministros sauditas, que é liderado pelo rei.

Assaf liderou a delegação saudita que compareceu ao Fórum Econômico Mundial em Davos (Suíça) em janeiro de 2018, pouco depois de ter sido libertado.

O ministro das Relações Exteriores que agora deixa o cargo, Jubeir, foi um dos principais nomes do reino nos últimos anos e defensor de suas políticas, tanto na guerra do Iêmen como no caso Khashoggi.

O jornalista crítico da monarquia saudita foi assassinado em 2 de outubro no interior do consulado do reino em Istambul, como admitiu Riad posteriormente, mas as autoridades negaram o tempo todo o envolvimento de nomes do alto escalão da monarquia sunita, entre eles o príncipe herdeiro, Mohammed bin Salman. EFE

Internacional