Topo

Boris Johnson confirma candidatura à sucessão de Theresa May no Reino Unido

Jack Taylor/Getty Images
Boris Johnson, o ex-ministro de relações exteriores britânico Imagem: Jack Taylor/Getty Images

2019-05-24T14:47:00

24/05/2019 14h47

O ex-ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, confirmou nesta sexta-feira na Suíça que concorrerá à liderança do Partido Conservador para suceder Theresa May, o que lhe daria também a chefia de governo, horas depois de a atual premiê ter anunciado que deixará o cargo em 7 de junho.

Johnson, que participou hoje de um fórum econômico na cidade de Interlaken, na região dos Alpes suíços, reiterou que certamente será candidato a suceder May na liderança do Partido Conservador e reafirmou que o Reino Unido sairá da União Europeia (UE).

"Deixaremos a UE em 31 de outubro, com ou sem acordo", disse Johnson, segundo a emissora de televisão suíça "RTS".

No evento, Johnson opinou que deixar a União Europeia não representa nenhuma ameaça para o Reino Unido e que o país poderia ter uma "relação comercial fantástica" com o bloco, sem detrimento para o estabelecimento de melhores laços econômicos com outras economias globais.

O político conservador, que também foi prefeito de Londres, é partidário do Brexit e um dos favoritos à sucessão de May por sua popularidade entre os eleitores, embora tenha problemas e enfrentamentos com alguns setores do Partido Conservador.

O atual chefe da diplomacia britânica, Jeremy Hunt, que substituiu Johnson em 2018, soa como outro possível competidor na corrida para ocupar o número 10 de Downing Street, residência e escritório oficial do premiê, segundo a imprensa do Reino Unido.

Mais Internacional