Topo

Moldávia revoga lei que concedia cidadania em troca de investimentos

18/06/2019 10h50

Moscou, 18 jun (EFE).- O parlamento da Moldávia revogou nesta terça-feira por maioria absoluta uma lei aprovada na legislatura anterior que concedia a cidadania moldava a estrangeiros em troca de investimentos em setores-chave da economia do país.

"A lei implica vários riscos, dos quais advertiu então o Serviço de Informação e Segurança, mas que foram desprezados pelos deputados do então governante Partido Democrático", disse o legislador Sergiu Litvinenko, citado pela agência russa "Interfax", ao apresentar o projeto para sua revogação.

Segundo o deputado, até 5.000 estrangeiros puderam "comprar" a cidadania do país desde novembro do ano passado, quando a lei entrou em vigor.

"Puderam obter a cidadania gente de duvidosa reputação, com antecedentes penais ou inclusive terroristas", declarou Litvinenko, que acrescentou que "para piorar, a lei estabelece que não se pode revelar a identidade dessas pessoas".

O deputado ressaltou que a revogação de tal lei é um "passo obrigatório, já que caso contrário a Moldávia se arrisca a piorar as relações com seus parceiros da União Europeia (UE) com os quais tem um acordo de isenção de vistos".

A legislação revogada hoje estabelecia que os estrangeiros que investissem pelo menos 250.000 euros na economia do país teriam direito à cidadania moldava. EFE

Internacional