Topo

Petição com 312 mil assinaturas quer avenida da Trump Tower com nome de Obama

Repórteres trabalham do lado de fora da Trump Tower na Quinta Avenida, em Nova York (EUA) - Hilary Swift/The New York Times
Repórteres trabalham do lado de fora da Trump Tower na Quinta Avenida, em Nova York (EUA) Imagem: Hilary Swift/The New York Times

Em Nova York

15/08/2019 20h53

Uma petição online que sugere rebatizar como "Avenida Presidente Barack H. Obama" um trecho da Quinta Avenida, em Nova York (EUA), onde fica a Trump Tower - edifício que pertence ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - chegou à marca de 312.067 assinaturas hoje.

Publicada no portal MoveOn e destinada ao prefeito da cidade, Bill de Blasio, a petição tem como argumentos algumas das conquistas do governo de Barack Obama, antecessor de Trump.

A autora da petição, Elizabeth Rowin, disse que o ex-presidente "salvou a nação da Grande Recessão" e "cumpriu dois mandatos sem nenhum grande escândalo", além de destacar que em seu governo foi morto o terrorista Osama Bin Laden, "a mente por trás do 11 de setembro, que matou mais de 3 mil nova-iorquinos".

Além disso, a petição cita homenagens similares, como uma ocorrida em Los Angeles, na Califórnia, onde um trecho de uma rua da cidade foi alterado para o nome de Obama.

Em entrevista à revista Newsweek, Rowin contou que a ideia surgiu a partir de um tweet de um comediante com uma piada sobre como Trump ficaria bravo se soubesse que a emblemática avenida recebeu o nome de Obama.

O abaixo-assinado também explica que "todos os endereços nesse quarteirão da Quinta Avenida devem ser alterados, de modo que a Trump Tower não estaria mais no número 725 na Quinta Avenida e passaria a ter a referência postal 725 da Avenida Presidente Barack H. Obama.

Segundo a rede de televisão "CBS", a legislação municipal exige apenas 100 assinaturas para o início de um processo para que um logradouro possa receber outro nome. No entanto, proíbe homenagens a pessoas vivas. Rowin, porém, considera essa regra "arbitrária" e defende que Nova York mude o nome da avenida, como aconteceu em Los Angeles.

Embora a petição tenha ganhado muito apoio nas redes sociais, as principais autoridades da 'Big Apple' não a veem com os mesmos olhos.

"Estou bastante seguro de que podemos encontrar uma maneira melhor de homenagear o melhor presidente que conheci em vida do que 'trolando' o pior presidente da minha vida", opinou o presidente do Conselho Municipal, Corey Johnson.

Mais Internacional