Topo

Presidente do Suriname é condenado à prisão por morte de opositores

27.jul.2019 - Presidente do Suriname, Dési Bouterse, durante um encontro com o chanceler russo Sergey Lavrov - Ranu Abhelakh/Foto de arquivo/Reuters
27.jul.2019 - Presidente do Suriname, Dési Bouterse, durante um encontro com o chanceler russo Sergey Lavrov Imagem: Ranu Abhelakh/Foto de arquivo/Reuters

29/11/2019 21h17

San Juan, 29 nov (EFE) - Um tribunal militar condenou nesta sexta-feira o presidente do Suriname, Dési Bouterse, a 20 anos de prisão por envolvimento nos assassinatos de 15 opositores em 1982, quando era o líder de fato do país após comandar um golpe de Estado.

Assim que a sentença foi anunciada, a oposição pediu a Bouterse que renuncie. O governante havia sido condenado pelos crimes por um tribunal da Holanda em 1999, mas essa foi a primeira vez que uma decisão similar contra ele foi determinada pela justiça do país sul-americano.

Internacional